Temer dispensa banho de sol nos dois primeiros dias de prisão

Preso na operação Descontaminação, na última quinta-feira, 21, Michel Temer abriu mão do banho de sol em seus dois primeiros dias de prisão. Esse é um direito dado ao ex-presidente, detido na sede da Superintendência da Polícia Federal no Rio. A decisão de sua prisão foi expedida pelo juiz federal Marcelo Bretas.

Além de Temer, outros nove alvos foram atingidos pela operação. O motivo da recusa ao banho de sol de duas horas teria sido a fuga da exposição, de acordo com informações obtidas pela Folha de S. Paulo. Ao jornal, a defesa do emedebista disse que foi uma decisão dele.

O político está em uma sala especial preparada de última hora. O espaço era utilizado pelo corregedor da PF e tem banheiro privativo, janela e ar-condicionado. Além disso, existe uma cama de solteiro, sofá, mesa de reunião, frigobar e TV.

OPOVO ONLINE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *